Projecto de Fim de Semana (3) - Escrever um conto em 20 horas

Pois bem, na sequência do meu post sobre: Projecto de Fim de Semana (2) - Escrever um conto em 20 horas, no qual me assolava a indecisão sobre qual o/a protagonista, finalmente, decidi que o meu protagonista ia ser a minha gata Jezebel (nota: para informação, eu não tenho uma gata chamada Jezebel).

A gata Jezebel faz parte de um outro projeto - que não é um conto, é algo um pouco mais extenso e - que estou a escrever em inglês, pelo que nunca escrevi nada sobre ela em português. Neste sentido, parece-me um bom exercício explica-la e descrevê-la de uma forma um pouco mais profundada e na perspetiva de protagonista de uma história.

Esta ilustração, à qual chamei de Ficha 1, foi o ponto de partida para a criação da Jezebel. É o resumo principal daquilo que eu queria que ela fosse, independentemente, de tudo o resto sendo que este "tudo o resto" é o que aparecerá - amanhã - no boneco que vou chamar de Ficha 2 e que versará sobre as caraterísticas desta gata.

Temos então uma gata cujo papel é orientador e protetor - apelando um pouco à mitologia - mas, que não deixa de ser um gato e como tal também tem as características destes felinos, isto é:

  • É um predador natural e;
  • Possui um forte instinto caçador.     
Uma vez estabelecida esta base, torna-se mais fácil avançar para a atribuição de outras características adicionais, nomeadamente, aquelas que estão relacionadas com misticismo, ocultismo, magia e desde logo sabemos duas coisas também e que são:

  • Como a gata tem um papel Protetor, ela vai ter características defensivas;
  • Como a gata, independentemente do papel, continua a ser uma gata então terá também características ofensivas.
Para além disto tudo - e depois de estarem definidas todas estas características - obviamente que a gata quer alguma coisa. Tem de ter um objetivo, não faz o que faz só porque é um animal simpático. Então o que quererá a Jezebel? Estará ela mais do lado do bem? ... Mais do lado do mal?... Mais ali no meio a tentar manter o equilíbrio entre uma coisa e outra?

Na realidade também não sei mas, sei que as possibilidades são imensas e adoro as reviravoltas do destino. Talvez amanhã já saiba mas, até lá estão à vontade para dar as vossa sugestões e contribuições. 
  

Comentários