IGAC vs a Pirataria malvada

Com certamente já terão - em muitos casos - notado, o IGAC (Inspeção Geral de atividades culturais/ Portugal) mandou bloquear o acesso a 51 sites de torrents. Não lhes vou chamar sites piratas, e é aliás uma denominação que me recuso a utilizar porque se uns são piratas, então andam por aí à solta muitos corsários com livre trânsito e como tal penso que prefiro não entrar nessa discussão.

Confesso que esta decisão judicial é chata e aborrecida mas, como aqui somos a favor tanto da democratização cultural, como do respeito pelos devidos autores e acreditamos que ambas podem coexistir pacificamente, temos a dizer que há sempre forma de dar a volta à coisa, independentemente, de todas as atualizações que os ISP's/Operadoras de internet  possam fazer.

Uma das hipóteses chama-se TOR e é gratuita mas um pouco lento. É um browser como outro qualquer mas que diz que o vosso computador está noutro sitio qualquer que não onde, realmente, estão.


E uma outra hipótese - que não é gratuita - chama-se Freedome. Faz o mesmo que o TOR e mais umas coisitas adicionais, de uma forma bastante mais rápida e muito mais segura. Com a subscrição de um ano podem instalá-lo em 3 máquinas diferentes e adeusinho bloqueios geográficos e afins.

 
 
Eu utilizo os dois e estou bastante satisfeita com ambos. 


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os sete pilares da sabedoria ( T.E. Lawrence) - versão PDF