Quando jogava por email.


Durante muitos anos joguei Role-play. Na realidade, quase que passava fins de semana inteiros a jogar Role-play, era giro, divertido e bastante animado.

Quando se tornou mais complicado reunir as pessoas todas para jogar, passei a jogar Pbem (i.e Play by email), ou seja comecei a jogar por correio eletrónico, através do Yahoo Groups. Foi uma experiência absolutamente fabulosa que me enriqueceu as competências escritas ao nível da língua inglesa.

Inicialmente, comecei como uma simples jogadora mas rapidamente ascendi a mestre de jogo e a criar as minhas próprias histórias e os meus próprios cenários. Coordenar 10 jogadores, a descrever as  ações, perspetivas ou sentimentos das suas personagens numa história, sem nunca perder o fio à meada era brutal e alucinante. É como estar a escrever uma história a 20 mãos em que no fim tudo se encaixa.

Tenho quilómetros destes textos que por acaso sobreviveram a diversas limpezas. A imagem acima é exemplo de um desses jogos.

Podem perguntar-me "Porquê em inglês e não português?" bom... porque na altura não encontrei nada em Português, enquanto que em inglês haviam jogos e grupos destes aos pontapés. Mas, é pena que nunca tenha encontrado nada em Português porque, para quem gosta de escrever e criar histórias e enredos, este é um daqueles exercícios fenomenais em que somos desafiados constantemente. Aprendemos muito cedo que não há cenários à prova de bala e que mesmo que se tenha tudo muito bem pensadinho, vai sempre haver uma criatura que se vai  lembrar de algo que nós não nos lembrámos e que torna tudo muito mais animado.

Ao nível da escrita, esta foi - sem dúvida - uma das melhores experiências que já alguma vez tive.

Fiquem bem.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os sete pilares da sabedoria ( T.E. Lawrence) - versão PDF