Galen - A personagem que ninguém fala

Estava aqui às voltas, a pensar sobre quem é que ia escrever hoje e de repente ocorreu-me que nunca ninguém fala do Galen. Pesquisei na internet à procura de coscuvilhices e tudo, mas nada. Ninguém quer saber dele. Tudo bem que o rapaz tem uns quantos problemas mal resolvidos e todos os Senhores estão-lhe com um pó desgraçado, mas daí até se tornar invisível vai um bocadinho.
 
Assim sendo, vamos lá dar o nosso contributo para acabar com a censura ao rapaz... o moço até é bonito e tudo! É bem constituído, charmoso, loirinho, cabelito comprido, olhito claro é, basicamente, lindo de morrer. Até tem umas asinhas de anjo! Viagens aéreas à borla e a qualquer hora do dia, o que mais é que uma pessoa pode querer? 


É claro que não há bela sem senão, nem ying sem yang. O embrulho e o laçarote são fantásticos, dá vontade de descascar o presente à dentada mas... pronto... os brindes que estão lá dentro (sim, brindes, plural) é que são de manuseamento complicado. O Galen dá-se a conhecer no terceiro livro da saga dos Senhores do Submundo (The Darkest Pleasure/O Prazer mais obscuro), se a memória não me falha, e é o Guardião de dois demónios. A esperança e o ciúme. Por isso, como devem calcular, se albergar um demónio já incomoda muita gente, albergar dois incomoda muito mais e se a isto juntarmos traços de um carácter duvidoso, temos o caldinho montado.
 
Quando tudo começou, Galen era um dos guerreiros imortais da guarda chefiada por Lucien e à medida que a história vai avançando, começamos a compreender que ele tem muita responsabilidade no evento que conduziu à morte de Pandora, à libertação dos demónios, ao desaparecimento da caixa e consequente castigo de todos os envolvidos. Obviamente que quando os outros 12 rapazes (e rapariga, porque a Cameo é menina), descobrem a traição de Galen pois claro que ficaram um bocado aborrecidos. Todavia, como entretanto o rapaz bate em retirada estratégica e desaparece do mapa, os outros assumem que ele tenha morrido... até aparecer o livro 3 que os põe a espumar da boca.
 
E agora, porque é que o Galen põe os nossos "piquenos" todos malucos e à beira de um colapso nervoso? Simples. É que para além de lhes ter tramado a vida há milhentos anos atrás, agora é o líder dos caçadores e está empenhadíssimo em acabar com a vidinha dos nossos meninos.
 
Como se isso não bastasse, Galen é também o pai de Gwen que, por sua vez é a mulher de Sabin (o Guardião da Dúvida), e que tem uma vontade olímpica de arrancar a cabeça ao sogro. Ora, devo confessar que acho que esta relação sogro/genro tem muito potencial e merecia ser explorada.
 
Outra relação também digna de ser explorada é a de Galen com Legião (a "filha adoptiva" de Aeron)... Extrapolando: Se Galen, não morrer entretanto, e ficar com a Legião então temos a Legião como madrasta de Gwen e "sograsta" de Sabin, o que vai causar mais dores de cabeça ao Aeron...
 
...Caramba! Daqui a pouco isto parece a Hora das Bruxas da Anne Rice.  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os sete pilares da sabedoria ( T.E. Lawrence) - versão PDF