Bal'a dash, malanore

Pois é, hoje vou falar-vos de um assunto que não interessa a - praticamente - ninguém. Vou falar-vos do meu jogo favorito, o World of Warcraft.
 
Quando comecei a jogar (tipo há alguns anos atrás... ok, ok, já sou uma espécie de veterana nisto), enfiei-me na Aliança. Pareceu-me interessante na altura. Todos os meus amigos eram Aliança e eu, pronto, fui atrás.
 
Estabeleci residência em Stormwind (o que é um bocado indiferente quando se é um mage e nos podemos teleportar para qualquer sítio), andei por Darnassus, por Ironforge, por Shattrath, por Dalaran, enfim... andei por esses sítios todos a fazer uso do polymorph e a transformar pessoal em ovelhinhas (acima de tudo porque tem muita graça). Cheguei à conclusão que ser da Aliança é uma autêntica seca. É "a luz", "a luz" (como se não soubessem que o preço da electricidade está pela hora da morte), e são todos um bando de "goody two shoes" que não há paciência para os ouvir, nem para os aturar.
 
Os humanos são uma coisa... indescritível. Com a história que têm, espanta-me como é que ainda fazem parte da Aliança. Só para terem uma ideia, o Arthas (o 1º Death Knight do Lich King), era humano e como se isso não fosse mau o suficiente, ainda arrasou totalmente a bela cidade de Silvermoon (depois acham estranho que os blood elves considerem os humanos como traidores).
 
Os anões vivem enfiados numa caverna a beber cerveja.
 
Os gnomos são muito engraçados, mas vivem na caverna dos anões e têm uma grande tendência para inventar gadgets - na maioria dos casos - inúteis.
 
Os Night elves, pleaaaaase... ora, ide abraçar a árvore mais próxima.
 
Os Draenei são roxos, têm cascos e cairam do céu aos trambolhões. Bom, mas ser roxo e ter cascos não é assim tão mau quando depois encontramos os Tauren. Regra geral não os tenho em má conta. 
 
Finalmente, temos os Worgen... ai, ai... o que dizer acerca dos Worgen... São humanos (como se isso fosse bom), que quando se irritam cresce-lhes o pêlo, o focinho e páram para fazer chichi em todas as árvores. Felizmente não lhes cresce mais nada... acho eu... não sei... não conheço nenhum. Mas creio que deveriam - pelo menos - andar de trela e de açaime.
 
Dos Pandaren, falo no fim.
 
Resumindo; concluí que com este espírito eu só poderia ser um Blood Elf e então bandeei-me para o outro lado.
 
Não é que a Horde tenha menos polítiquices do que a Aliança, mas são - de longe - muito mais divertidos.
 
Os Orcs, ainda que verdes, são girissímos. Então se não abrirem a boca para falar, são fantásticos. Agora têm o Garrosh como Warchief, o que não é muito impressionante (pessoalmente preferia o Thrall).
 
Os Tauren são a versão Bovina dos Night elves, só estão bem é a abraçar árvorezitas e claro, são muito mais simpáticos do que os Night elves.
 
Os Trolls, bem os Trolls... parece que andam ganzados a maior parte do tempo. Depois de se ganhar alguma prática, até se consegue perceber o que eles dizem... ""Dat be good choice, mon!". Também são bastante divertidos, mas para um Blood Elf, um Troll é sempre um Troll.
 
Os Goblins também são um tanto ou quanto esverdeados, mas absolutamente adoráveis. São os capitalistas lá do sítio e tal como os Gnomos, inventam coisas inúteis.
 
Os Undead, são um pouco esqueléticos mas, presumo, que um aliado natural se tivermos em conta o passado da Lady Sylvannas Windrunner.
 
Finalmente, os Blood Elves, por outras palavras os Sin'dorei (nos quais, actualmente, me incluo). É verdade que têm os seus problemazitos, mas bem vistas as coisas quem é que não tem? Pelo menos não são verdes, nem roxos, nem andam a fazer chichi em cada esquina cada vez que se chateiam e além disso têm uma cidade lindíssima (que seria ainda muito mais bonita se não tivesse sido arrasada pela Scourge e se os humanos não tivessem fugido com o rabo à seringa... os cobardolas).
 
Só para concluir, agora apareceram os Pandaren. Confesso que gosto bastante deles. São fofinhos. Mas, como em tudo na vida, há uns que - sabe-se lá porquê - resolvem juntar-se à Aliança. Não critico. Todos passamos por essa fase, depois deixamos de ter paciência para os aturar.
 
Shorel'aran

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os sete pilares da sabedoria ( T.E. Lawrence) - versão PDF